Evidences RPG
Seja Bem-Vindo ao Evidences RPG.

Um fórum do Mundo de Harry Potter que envolve mistério, suspense e acima de tudo magia.

Se já é um membro, faça o login, se ainda não é, registre-se.



 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin
welcome
Seja bem-vindo ao Evidences RPG. Já parou para imaginar uma Universidade Bruxa? A época de transição dos personagens da adolescência para a vida adulta. Misturado com suspense e drama, esse RPG mostra o mundo de J.K. Rowling visto por outra perspectiva. Junto com magia e suspense, Poor Caravell é uma ex-fortaleza para refúgio de guerra que guarda muitos segredos. Assassinatos, pistas, anagramas. Sua resolução? Não há. Quem terá de ser o detetive, desvendar as pistas e ver o que há por trás de vários assassinatos nesta Ilha, não será só o seu personagem, mas você também. Venha desvendar o jogo de códigos.
25/12/49
Tarde
.
Ano: 2049
Dia da Semana: Sexta-Feira
Mês: Dezembro
Lua: ------
Estação: Inverno
Previsão do Tempo e Ações do Período: A neve volta a cair sobre os terrenos da PCU. Um vento gélido sopra na direção sul, pouco convidativo a sair das Fraternidades. Finalização das ações da Manhã.
Duração do Período: 06 de Maio até 20 de Maio.
Parceiros:
Para tornar-se um parceiro deste fórum, entre com a conta Parceiro e envie uma MP para O Narrador com o link do fórum e um Button!
Últimos assuntos
» Modelo de Matrícula
Qua Jan 18, 2012 10:03 pm por Annabella M. Evans

» Matricular-se
Dom Jan 15, 2012 7:20 pm por Jaeky Phantaimes

» Minha Matricula
Ter Nov 15, 2011 3:05 am por Stela Turner

» Juliana Frick
Sab Out 01, 2011 1:01 am por Juliana Frick

» Ômega Kappa Quidditch
Ter Jul 26, 2011 6:57 am por Cream Cracker

» Nova Hogwarts!
Dom Abr 03, 2011 2:15 am por alexrommel

» Nova Hogwarts!
Sab Mar 12, 2011 4:40 am por Felipe S.

» Nova Hogwarts!
Sab Mar 12, 2011 4:38 am por Felipe S.

» Nova Hogwarts!
Ter Mar 08, 2011 8:46 pm por Felipe S.

» Duane Burbridge Allman
Dom Jan 16, 2011 2:58 pm por Duane Allman

» Freya Russell Mozart
Sab Dez 18, 2010 9:21 pm por Freya Russell Mozart

» CERINA IANEVSKI
Sex Out 15, 2010 11:30 pm por Cerina Ianevski

» Lenora Slater
Sex Set 10, 2010 9:36 pm por Lenora Slater

» Matricula Bruno Kusac
Ter Jun 15, 2010 6:03 pm por Bruno Kusac

» Layfávre;Katherina
Qua Jan 13, 2010 4:25 am por Katherina Layfavre

Todo o conteúdo deste fórum de RPG foi baseado no universo de J.K. Rowling, meramente adaptado para o jogo.
.
Todo o design feito por Joker e Didica, desde a base à edição. Todos os direitos reservados.
.
Evidences RPG - The Newborn Age

Compartilhe | 
 

 Ravenclaw; Rudolf Ravenclaw - Rowena Ravenclaw Heir

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Rudolf Ravenclaw



Número de Mensagens : 3
Força Física : 5
Agilidade : 7
Reflexo : 6
Equilibrio : 7
Popularidade : 7
Data de inscrição : 01/03/2009

MensagemAssunto: Ravenclaw; Rudolf Ravenclaw - Rowena Ravenclaw Heir   Dom Mar 01, 2009 4:14 am

The Player Behind The Character__
Player: Rodolfo Cézar de Farias
Idade: 17
Cidade: Recife, PE
Já jogou com a Equipe Dissendium antes? Sim
Como descobriu o Poor Caravell? No site da Flame

The Character__

Important things about


Nome Completo: Rudolf McWizard Ravenclaw
Idade: 18
Data de Nascimento: 31/12/2031
Nacionalidade: Inglês - Inglaterra
Sangue: Puro
Particularidade: Animagia Legal | Moto Voadora
Photoplayer/Avatar: James Marsden
Family and Others


Filiação: Richard Paul McWizard & Rosimery Ravenclaw
Irmãos: Raphael Paul McWizard
Outros Familiares: Desconheço alguém vivo
Família (em caso de Herdeiros/Tradicionais): Herdeiro de Rowena Ravenclaw
Fears & Defects






Manias:
Não sei se é uma
mania ou se é um TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo), mas eu adoro mastigar, seja chiclete, comida, ou até mesmo palito de pirulito, palito de sorvete, de picolé, palito de dente. Sei lá, eu adoro mastigar.
Ah, também gosto muito de assustar as pessoas, não sustos fortes, mas aqueles sustinhos que deixam a pessoa meio perdida, sei lá como explicar, sustos de brincadeira.

Qualidades:
Eu sou aquele
carinha que você conversa e ele te entende. O carinha que é mais
compreendedor do mundo. É... acho que exagerei um pouco, mas sim, eu adoro conversar e escutar, e dar minha opinião quando é pedida. Creio que se precisar conversar, eu tô aqui.
Ah, e se eu puder te ajudar de alguma forma, ajudo sim, sou prestativo o bastante pra ajudar sem cobrar nada em troca, a não ser que você tenha algo pra me dar. Bom isso é outra história.
Defeitos:
Eu quero crescer, só quero isso... na verdade não, eu não quero ser isso, eu sou ambicioso o bastante pra dizer que quero de tudo um pouco no mundo, quero ter cada coisa do mundo, pelo menos um pouco. Eu quero tudo, tenho desejo de poder, quero ser o mais inteligente de todos, e mostrar que os Ravenclaw são os mais inteligentes.
Medos:
Os animais sempre tem medo daquilo que não conhecem, ou conhecem mas não sabem como funcionam, ou até mesmo sabem como funcionam, mas sabe que é perigoso o bastante para te matar. Eu sei muito bem que a eletricidade é algo que possa me matar, eletricidade demais é incontrolável. Já vi gente morrendo por causa da eletricidade e não quero passar pelo mesmo.
Sonhos:
Ele matou minha família, eu sou o único de sangue Ravenclaw vivo graças a ele, ele matou meus pais, meus pais que acolheram ele desde jovem, meu sonho é me vingar, meu sonho é matar Raphael Paul McWizard, talvez depois disso, eu posso ser feliz de verdade.
Aspirações:
Ah, eu quero mesmo é ser reconhecido, ser famoso, quero ser famoso pelos meus atos, quem sabe um dia não me comparem a
super herói, talvez como Auror, ou por ser alguém importante que
inventou um feitiço, ou sei lá... o futuro é imprevisível... para
alguns.

School Years


Academia de Magia: Hogwarts
Casa/Associação: Com honra e glória em servir minha família, Ravenclaw.
Méritos Escolares (monitoria, capitania): Capitão e apanhador do time de Quadribol por um tempo.

Curso desejado:Um dos mais antigos e bem conceituados cursos da Poor Caravell University. Os Aurores são bruxos treinados para combater os feiticeiros ligados à magia das trevas, trabalhando para o Ministério da Magia. São como agentes secretos do governo agindo sempre que são chamados. O Quartel-General dos aurores fica no segundo andar do Ministério da Magia.

Depois de estudar e passar em tudo isso, será levantada a ficha criminal do
candidato, que também passará por provas de caráter, testes de aptidão,
defesa pessoal, perseverança, dedicação e habilidade para aguentar
pressões. Os treinamentos levam ao todo 3 anos.
NIEM's obtidos nas matérias do Curso :
Defesa Contra as Artes das Trevas - 5
Feitiços - 5
Poções - 4
Transfiguração - 5
Advinhação - 4



Fraternidade desejada: A Fraternidade dos Inteligentes, Stigma Tau

What doesn't kill you makes you stronger


Atributos pessoais
Força Física - 4
Inteligência - 8
Agilidade - 6
Reflexos - 5
Equilibrio - 6
Influência - 8
Popularidade - 6


“Eu Rodolfo, li e concordo com as regras gerais do Poor Caravell. Responsabilizo-me por todas as atitudes do meu personagem, Rudolf Ravenclaw,
e estou de acordo com a participação do mesmo em possíveis situações
impostas pelo narrador, de forma a contribuir com a trama central”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rudolf Ravenclaw



Número de Mensagens : 3
Força Física : 5
Agilidade : 7
Reflexo : 6
Equilibrio : 7
Popularidade : 7
Data de inscrição : 01/03/2009

MensagemAssunto: Re: Ravenclaw; Rudolf Ravenclaw - Rowena Ravenclaw Heir   Dom Mar 01, 2009 4:21 am

~Prologue~

História de vida do jovem Rudolf McWizard Ravenclaw, descendente de sangue de Rowena Ravenclaw. A história a segir fala sobre sua infância, como cresceu, como foi sua vida com relação ao descobrimento do mundo bruxo, fala também sobre sua ida a escola de magia Hogwarts e seu vida pós Hogwarts .

~Chapter One - Nasce o pequeno herdeiro~

- Dia 31 de Dezembro de 2031, meadas das 9 da noite, Maternidade de
Londres, Londres, Inglaterra -

O hospital parecia normal naquele dia, movimento comum, crianças em colos de seus pai, mulheres em cadeiras de rodas acompanhadas de maridos, enfermeiras andando loucamente rápido de sala em sala, pessoas olhando através de vidros, admirando seus filhos, tudo estava normal. Na Ala Norte, na sala sete, acontecia um parto comum como qualquer outro. O médico levantava uma criança e logo dava alguns tapinhas leves na bunda do mesmo, fazendo assim com que ele começasse a chorar.
É um menino, é um menino -já dizia um médico sorrindo e levantando uma criança com ar de vitorioso.
Deixe-me vê-lo, agora, por favor, eu quero vê-lo - chorava e implorava aquela mulher que naquele momento paria a criança.
Calma amor, ele ainda vai tratar de limpar ele - ouvia-se a voz tremida de um homem, que se emocionava.
O médico se afastava um pouco daquele local com a criança e se dirigia a uma pia pequena, onde lavava o bebê
Oh Richard, eu esperei tanto por ele, como será ele?- dizia aquela jovem mulher enxugando as lágrimas.
Richard McWizard Krum era um jovem Búlgaro, que namorou desde os 15 anos com Mary Ravenclaw. Ele foi popular em Hogwarts, talvez por ser capitão do time de Quadribol de HufflePuff durante um bom tempo. Ela era um rapaz magro, de cabelos castanhos e olhos claros, seu rosto tinham feições sérias, era quase impossível perceber um sorriso em seu rosto. Ao sair de Hogwarts, Richard decidiu trabalhar no Ministério da Magia no Departamento de Defesa de Execução de Leis Mágicas, executando as Leis.
Mary, tenho certeza que ele puxou a você, será um lindo jovem - já dizia ele, que tentava se controlar emocionalmente.
Mary Ravenclaw era uma linda jovem de cabelo longos e corpo escultural, o que apesar de tudo, ela não ligava muito. Mary preferia passar horas estudando na biblioteca de Hogwarts, do que perder tempo se arrumando de frente a um espelho. Apesar de pouco se importar com sua aparência, Mary era muito atraente, seu corpo com curvas bem definidas e seu rosto com feições felizes, fizeram com que garotos de todas as casas brigassem por ela. Ela conheceu o Richard numa festa que houve em Hogwarts.
O médico voltava com o bebê no colo e passava para a jovem mãe.
Ele parece conosco Richard, seus olhos, seu cabelo, seu nariz - dizia ela sorrindo e voltando a chorar.
Ele tem toda sua beleza, incrivelmente lindo ... meu filho - Richard dizia e continuava falando - Rudolf, esse será o nome dele.
Rudolf... um lindo nome - já dizia o médico com um sorriso que enfeitava seu rosto.
Rudolf ali tinha quebrado a tradição de ter somente mulheres com sangue de Ravenclaw na família, sendo ele o primeiro rapaz a ter o sangue Ravenclaw correndo em suas veias. Alguns dias depois, já em casa em Londres, Richard, junto com Mary, anunciava a notícia de que nascia ali o jovem herdeiro de Rowena, o que fez com que Raphael sentisse algum tipo de inveja, talvez pelo fato de que ele era adotado. A partir daquele dia, Raphael prometeu a sí mesmo, que seria o mais poderoso entre os bruxos, que seria mais poderoso até que o herdeiro de Rowena Ravenclaw.

~Chapter Two - Mundo Bruxo, as verdades que vem a tona~

- Março de 2035, Casa da Família Ravenclaw, Londres, Inglaterra -

Uma bela casa de tamanho médio no estilo medieval se encontrava na Ossulston St, próximo a livraria Britânica, tinha um único portão de entrada, que por sinal era muito grande, no muro do portão havia algumas estátuas de gárgula, muito antigas na verdade, algumas até sem algumas partes, outras rachadas, o que incentivava as todos as pensar que era uma casa medieval.
O jovem garoto, agora curioso, queria saber o significado do seu nome, já que todos falavam tanto do jovem Ravenclaw. Ele não entendia muito bem isso, óbvio que ele não sabia nada sobre Rowena Ravenclaw, até porquê ele nunca tinha perguntado antes para sua mãe, a única coisa que ele sabia, era de histórias de um mulher incrível, e por sinal, muito sábia e
poderosa.
O garoto estava ansioso para a volta de seu pai para casa, para assim perguntar para ele e para sua mãe, já que ele havia percebido a diferença nos nomes dos pais. O dia ia embora e a noite chegava, junto com seu pai, que voltava do Ministério, e como sempre, trazia consigo alguns sapinhos de chocolate para o garoto. A noite se estendia e chegava a hora do pequeno Rudolf durmir, o casal tinha a tradição de levar a jovem criança para a cama, e contar algumas histórias. O quarto do garoto era grande,
como toda a casa, e tinha pendurado algumas faixas com listras azul e bronzeadas, com um 'R', um escudo com o simbolo de um corvo no meio ou o nome 'Ravenclaw'. Seu quarto tinham várias miniaturas de jogadores de quadribol voando, eles ficavam sobre um campo em miniatura próximo a cama do garoto.
Papai ... o que significa McWizard? - perguntava o garoto que já estava deitado, se preparando para dormir, se aconchegando em seu edredom e travesseiro.
McWizard é o nome da minha família, todos os seus tios que moram longe, tem esse mesmo sobrenome. Mas por que a pergunta? - dizia o pai agora passando a mão na cabela do filho, acariciando.
Enquanto isso, Mary pegava algum livro para ler para o garoto, e trazia consigo uma caixinha na outra mão.
Só curiosidade mesmo pai - dizia ele agora olhando para a mãe, que vinha em direção a ele.
Richard, continuava passando a mão sobre a cabeça do garoto, seu filho era o bem mais precioso que ele tinha, e ele não queria perder aquele
bem.
Mãe... - ele havia sido interrompido pela mãe antes mesmo de começar a fazer perguntas.
Ravenclaw, quer saber o significado desse nome? - dizia ela, que agora se sentava no outro lado da cama, pondo o livro sobre a cama, e abrindo a caixinha.
Sim mãe, quero saber - dizia ele, que parecia estar entusiasmado com a história da família.
Ela tira da caixinha, um cartão, que o Rudolf reconhecia como uma figurinha que vem junto com os sapinhos de chocolate que ele adora.
A mãe entrega a figurinha ao garoto e pede para que ele fique com ele.
O garoto falava o que lia - Ro We Na Raven... Rowena Ravenclaw? Essa pessoa tem o mesmo sobrenome que o meu, quem é ela? - perguntava ele olhando pro cartão, que não tinha nenhuma foto.
Ela é a primeira de nossa família, ela é uma das fundadoras de Hogwarts, e você carrega o sangue dela. - dizia ela começando a acariciar o rosto do jovem.
Ela fudou Hogwarts? - perguntava o jovem empolgado.
Sozinha não - dizia a mãe ao garoto - junto com mais três bruxos tão poderosos quanto ela - completava.
Mamãe, você é tão poderosa quanto ela? - o garoto perguntava com uma cara ingênua.
Não filho, e nunca serei - dizia a mãe com um ar de graça, o que fazia com o que o garoto não entendesse - mas um dia você será.
Eu vou ser mais forte que a senhora mamãe? - perguntava o garoto mais entusiasmado que o normal.
Vai sim - dizia a mãe ainda acariciando o rosto do jovem.
Eu vou ser forte o bastante pra proteger todo mundo então. Vou proteger a todos da nossa família - dizia o garoto com um ar de vitorioso.
Com toda a certeza, já que você tem a inteligência em seu sangue - dizia o pai, que olhava agora para Mary.
Agora Mary entregava para o jovem, um livro grosso - Filho, leia, tenho certeza que você irá gostar. Essa não haverá historinha de dormir, por isso, se quiser começar a ler, leia bastante - dizia ela se levantando
da cama e se retirando do quarto.
Boa noite filho - dizia o pai, que também se levantava e dava um beijo na sua cabeça, seguindo para a porta do quarto, onde estava Mary.

- 25 de Dezembro de 2039, Liverpool, Inglaterra -

O jovem garoto entrava na casa de sua tia, um local que ele adorava visitar, ia até com uma certa freqüência, um local onde haviam vários livros, alguns objetos de valor, outros nem tanto, mas o que importava é que ele se sentia sempre bem ali
Ele via sua tia deitada no chão, e toda ensangüentada, e num ato de desespero, corria em direção a ela - Tia, o que houve?
Comensais, seu irmão se aliou aos comensais, eles me pegaram e o resto da família, você deve se esconder, você deve sobreviver, você é o mais inteligente de nossas famílias juntas e tem um futuro promissor, você deve sobreviver - a mulher cuspia um pouco de sangue quando falava.
Tia, titia, não faz isso tia - o garoto gritava com lágrimas nos olhos, com um tom de medo.
Você um dia entenderá o porquê disso está acontecendo - dizia aquela jovem senhorita na beira de sua morte, enquanto com um leve sorriso falava ao garoto - você será um grande bruxo, você é forte, inteligente e tem um gosto por tomar decisões certas, você tem qualidades que um bruxo poderoso tem.
Tia, eu não quero ser um bruxo poderoso, eu quero que você fique bem, quero que todos fiquem bem - dizia ele aos prantos.
Eu ficarei bem, e você também, fique forte por mim, você tem um futuro incrível, me realize esse desejo, fique forte um dia, se possível, o mais forte de todos - a mulher parava de respirar e seu coração não batia mais.
Não, não faz isso comigo tia, por favor, não me deixe aqui sozinho - ele tentava levantar a cabeça da mulher na intenção de acariciar seu rosto, mas não tinha mais força pra isso.
Eu ficarei forte sim tia, ficarei forte. - dizia o garoto, aos prantos, se deitando sobre o corpo da tia sem saber o que fazer naquele momento.
Conhecidos da família entravam na casa e pegavam o garoto, levando ele para outro lugar, enquanto algumas pessoas do ministério chegavam para fazer o reconhecimento do local e descobrir qual o motivo da morte daquela senhora.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rudolf Ravenclaw



Número de Mensagens : 3
Força Física : 5
Agilidade : 7
Reflexo : 6
Equilibrio : 7
Popularidade : 7
Data de inscrição : 01/03/2009

MensagemAssunto: Re: Ravenclaw; Rudolf Ravenclaw - Rowena Ravenclaw Heir   Dom Mar 01, 2009 4:23 am

~Chapter Three - Vida em Hogwarts~

- Início de Janeiro de 2042, Mansão dos Oliver , Londres, Inglaterra -

Chegou, até que enfim chegou - corria Roger Oliver, - um senhor branco, de barba baixa, que havia aceitado o Rudolf em sua família, já que as duas famílias eram muito próximas- em direção a cozinha, gritando, com um sorriso bastante visível.
O que, a carta? - dizia Patty, - uma senhora um pouco mais escura que Roger, e também um pouco mais gorda, Patty, apesar de não ter a melhor das formas, era muito bela de rosto - que parava de ler um livro de capa dura e roxa que dizia "Passado, presente, futuro...", um livro de história que falava sobre a evolução humana.
Sim, a carta ... - o homem corria até uma escada e chamava pelo garoto, que provavelmente estaria lendo algo ali em seu quarto - Rudolf, Rudolf , desce aqui agora, tem uma surpresa pra você.
O garoto que aparentemente se acordava naquela hora, ou estava de muito mal-humor, descia com um fone de ouvido e somente de samba-canção - o senhor me chamou...? - ele se calava no mesmo momento e percebia a carta que estava nas mãos do senhor que ali estava, que por sinal estava levantada, para que ele olhasse - sério? já chegou?
Claro - dizia o homem se dirigindo na direção do garoto e lhe entregando a
carta - agora abra, veja o que você precisa.
o garoto pegava a carta sutilmente e começava a ler, dizia assim ao homem alí de pé, o material necessário, e quando partiria para a tão esperada e desejada Hogwarts.

- Início do Ano Letivo de 1942 em Hogwarts -

Inúmeras pessoas estavam ali, pessoas que o Rudolf sabia quem era, pela sua história, seus antepassados, ou até mesmo por já ter visto em algum lugar. Rudolf, estava encantado em conhecer Hogwarts, o castelo gigantesco, era ainda mais belo do que se dizia nos livros, e ele se admirava. Ele havia percebido que alguém estava chamando as pessoas para o grande salão que se localizava no térreo do castelo, por isso ele seguia para lá. Acho chegar, muita gente estava de pé, e uma senhora de pele clara e cabelos meio ruivos, chamava por pessoas e dizia - Vamos começar, vamos começar, se aproximem aqui - apontando para a frente de uma enorme mesa, onde havia uma cadeira com um chapéu lá. Rudolf sabia que aquele era o incrível chapéu seletor, que ele podia ler as mentes de todos. Várias pessoas haviam sido chamadas, e eram selecionadas para as casas.
Rudolf McWizard Ravenclaw - dizia aquela senhora branca e procurando para ver quem vinha. Todos se calavam e logo viam ele se aproximar da cadeira. Muita gente começava a cochichar, falavam coisas do garoto herdeiro de Rowena Ravenclaw, falavam coisas sobre a ira de seu meio irmão e falavam coisas sobre que talvez ele pudesse prever o futuro.
Ele se sentava naquela cadeira e logo a mulher branca colocava o chapéu em sua cabeça. O chapéu começava a se mexer, e logo dizia em tom baixo, só quem estava muito próximo poderia ouvir - é um prazer selecionar um herdeiro legítimo de Rowena, tenho certeza que você terá um grande futuro na casa dos sábios e atentos, sem mais prolongamento, tenho certeza que você se sentirá muito bem ao saber que ficará na casa... Ravenclaw! - gritava o chapéu saltitando na cabeça do jovem, que por sinal se sentia aliviado.
O garoto seguia para a grande mesa da Ravenclaw, seguido de um grande barulho, as pessoas aplaudiam de pé e ele se sentia cada vez mais feliz.

- Junho de 2044,Campo de Quadribol, Hogwarts -

Jovens, jovens, acalmem-se, como se esperava, o jovem Patrick se formou e hoje o time de Ravenclaw está sem Capitão... quem vocês desejam que fiquem no lugar? - dizia a professora ali - uma senhora de cabelos brancos, talvez pela idade que os alunos desconheciam, ou para dar um charme mesmo, a senhora tinha um rosto com expressões bem definidas.
Todos falavam que queriam ser o novo Capitão, menos o jovem ali, ele aparentava, apesar de jogar no time desde o primeiro ano, estar tímido. Após um breve silêncio, alguém falava - Rudolf, coloca o Rudolf, ele sabe como agir e já tem experiência. Poucos viam, mas ele tinha em seu rosto um sorriso simples e tímido, mas logo levantava a cabeça ao ouvir os outros concordando com as palavras do garoto que dava a idéia.
Você deseja isso Rudolf? - a senhora dizia isso e andava em direção ao garoto.
Sim professora, eu quero sim - ele empunhava a sua vassoura, suas mãos suavam, suas pernas tremiam. Ela se sentia, aparentemente, feliz com a decisão do garoto, acreditava e apostava ela naquela escolha - então já temos um novo capitão, Rudolf McWizard Ravenclaw!
Obviamente, nem todos gostaram da idéia, mas a grande maioria, conhecia o jovem apanhador e sabia que não era uma má escolha. Já na cabeça da professora passava um pensamento, que pra ela era muito engraçado, afinal, um descendente direto de Rowena Ravenclaw sendo o capitão de um time de Quadribol.

- Dezembro de 2048, Vilarejo de Hogsmead -

Vamos lá pessoal, vamos comprar algo ali no Geminialidades - dizia um belo jovem que trajava vestes azuladas com litras pretas, que carregavam o simbolo da casa comunal Ravenclaw - é logo alí adiante, vamos rápido.
Calma Rudolf, pra que tanta pressa? - dizia uma garota com voz melodiosa, que seguia ele junto com um grupo de amigos.
Pessoal, é meu ultimo ano aqui, ano que vem eu vou pra Universidade, tenho que aproveitar bastante agora, já que lá é mais puxado que aqui. - dizia ele seguindo mais adiante, se afastando um pouco do pessoal.
Você já sabe o que vai fazer na Universidade cara? - um de seus amigos, por sinal bem curioso, perguntava.
Estudar... - dizia ele num tom de voz bem infantil seguido de um sorriso de todos - vou fazer um Curso de Auror, já que com minhas notas no Niem's foram muito boas, e até mesmo era isso que eu queria fazer.
Ele entrava a loja adiantado, o que dava a distância de mais ou menos 15 metros do pessoal. Todos percebiam que o garoto entrava no Geminialidades Weasley antes de qualquer um. O grupo de amigos entra na loja e percebiam que o Rudolf tinha sumido. O que deixava uma jovem em especial preocupada. A loja estava bem movimentada como de costume, vários alunos de Hogwarts, e outros bruxos estavam freqüentando o local,
mas ninguém achava o Rudolf.
*Tum, tum, tum ... - um som abafado de passos seguia na direção do grupo, eram passos bem fortes, pois mesmo com aquela quantidade de
pessoas, todos ouviam aqueles passos muito bem. O grupo sentia as
pisadas se aproximarem, e logo perceberam um Tigre Dentes de Sabre
aparecendo ali na frente deles e urrando muito alto, alto o bastante
para todos os que estavam na loja se assustassem. O grupo
tava imobilizado, - talvez pelo medo, ou apenas admirando o espécime raro que ali estava, ou talvez um misto dos dois sentimentos - quando de repente, o Tigre ficava de pé e assumia a forma humana do Rudolf.
Ele com um sorriso sínico na cara, andava em direção ao grupo de amigos - e aí pessoal, gostaram do meu novo truque?
Todos na loja voltavam a fazer suas compras e conversar normalmente, como se nada tivesse acontecido.
Você tá maluco cara? Olha o estado da Mariah, parece que ela viu um fantasma - dizia um amigo do Rudolf, apontando a garota que estava mais adiante.
Mariah, também não é pra tanto né?! - dizia Rudolf andando em direção a ela e abraçando-a.
Por que você não me disse antes? Por que não disse que era Animago? - dizia ela com uma voz meio tremula e agora com lágrimas nos olhos.
Calma linda, eu queria fazer uma surpresa pra você, queria te deixar feliz - ele falava passando a ponta dos dedos sutilmente na superfície lisa que era o rosto dela, fazendo com que ela parasse de chorar ali.
Tá, fiquei mais calma. Mas Rudolf, eu acho que eu merecia saber. - dizia ela com um leve sorriso no rosto agora, e se aconchegando nos braços de Rudolf.
Sabe aquele tempo que eu fiquei fora e ninguém da escola reclamou? - ele dizia sorrindo e olhando para todos - eu tava no Ministério, fazendo uns testes, e eles me aceitaram como Animago, agora eu posso me transformar em qualquer lugar - dizia ele com um sorriso, aparentemente muito feliz.

~Chapter Four - Bem vindo a Poor Caravell~

- Início de Ano Letivo de 2049, Poor Caravell University -

Bem vindo a Universidade Poor Caravell, a mais conceituada e qualificada Universidade da Europa, perante o Ministério de Educação dos países do continente europeu - dizia um jovem que aparentava ser um aluno, dando as boas vindas e recepcionando os novos alunos. Mais adiante, temos a secretaria, creio que todos vocês já tenho sido inscritos, e agora é só olharem na parede da secretaria, lá tem a lista dos alunos e a fraternidade a que pertencem agora - falava o jovem empolgado, andando e paontando para um corredor imenso. No
final do corredor, há um responsável por cada fraternidade, ao ficarem sabendo a qual fraternidade vocês pertencem, se dirijam até eles e eles lhe mostraram o caminho para os seus dormitórios, claro, eu também vou estar lá - dizia o jovem que cada vez parecia estar mais empolgado, era como se ele fosse um professor.
Rudolf trajava vestes azuis como de costume, azul se tornara sua cor favorita quando ele ainda era jovem, ele seguia até a parede que foi informada e logo lia que seu nome havia ficado na 'Stigma Tau', diferente da maioria das pessoas, ele se sentia feliz, ele havia estudado bastante sobre a universidade, e sabia que a grande maioria dos Ravenclaw's de Hogwarts, eram selecionados para lá, isso o deixava confortável, pois sabia que poderia encontrar conhecidos e até alguns amigos por lá. Ele seguia até o local indicado, e logo se deparava com um grupo, que estava seguindo até uma escadaria, que levaria até o dormitório.
Os dias de Rudolf não foram muito interessantes no início, como de costume, ele passava horas lendo livros, escrevendo histórias, compondo músicas, desenhando, calculando, fazendo sempre algo que movimentasse seus neurônios.

- Setembro de 2049, Dormitório, Poor Caravell University -

Rudolf estava lendo alguns livros que o professor mandava estudar, livro de História da Magia, Feitiços, Defesa Contra as Artes das Trevas, quando uma coruja pousou em sua janela. A coruja carregava em seu bico uma carta e logo soltava a carta ali, em seguida, a coruja caia morta da janela. Rudolf pegava a carta e começava a ler 'Caro irmãozinho, vejo que você chegou vivo na Universidade, muito bom. Sei muito bem que você está muito forte, eu te acompanhei durante toda Hogwarts. Cada feitiços que você lançou enquanto duelava, cada vôo que você fazia, cada beijo que você dava em sua namoradinha, eu via tudo. Esta carta é pra lhe dizer, que mesmo após todo esse tempo, eu quero duelar contra você, que ter o prazer de te matar, quero beber do seu sangue e assim ter o sangue dos Ravenclaw em minhas veias. Vejo que você já tá forte o bastante, vou continuar meu treinamento e espero que você continue o seu. Em breve eu apareço para resolver logo essa nossa história, e ver quem realmente merece ter o sangue dos Ravenclaw nas veias. Atenciosamente; Raphael Paul Krum RAVENCLAW'. Após ler aquela carta, seu sengue começava a ferver, seu ódio por Raphael aumentava, mas ele se acalmava, sabia que nada do que ele fizesse no momento, poderia ajudar contra seu irmão, só sabia que se ele se fortalecesse, poderia derrotar, ou não, o seu irmão mais a frente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Ravenclaw; Rudolf Ravenclaw - Rowena Ravenclaw Heir   Hoje à(s) 6:45 am

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ravenclaw; Rudolf Ravenclaw - Rowena Ravenclaw Heir
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Infernal Dog [Missão Auto-Narrada para Rowena Mirabel Lee]
» Nico - The Heir of Hades (O Herdeiro de Hades)
» Wizard Online [Game Baseado Em Harry Potter]+Descrição Classes !
» Herdeiros de Hogwarts II

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Evidences RPG  :: Secretária :: Matrículas-
Ir para: